CUMPRA-SE A LEI

OPERAÇÃO CUMPRA-SE A LEI COMEÇA NAS DELEGACIAS DA CAPITAL
A operação “Cumpra-se a Lei”, deflagrada  pelo Sindicato dos Policiais Civis do Amapá, (SINPOL/AP), visitou delegacias especializadas no prédio do Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (CIOSP), no bairro Pacoval. Visitou também a Delegacia de Crimes Contra a Mulher- DCCM, nesta sexta-feira, 27 de abril.

O SINPOL distribuiu camisas, manuais da instrutivos “operação” e a cartilha de combate ao assédio moral aos servidores, delegados, agentes e oficiais de polícia, além de distribuir panfletos esclarecedores para as pessoas que estavam nas delegacias em busca de atendimento.

Na parte da frente do CIOSP foi fixada uma faixa da operação, com permissão da delegada coordenadora.
No prédio da DCCM não foi autorizada colocação de faixabanner, motivo pelo qual a faixa foi colocada no prédio ao lado, com a devida permissão do responsável.

A presidente do SINPOL Narcisa Ardasse estava acompanhada do vice-presidente, Antônio Oleastro Sotelo e do assessor jurídico da Federacão Interestadual dos Trabalhadores Policiais Civis da Região Norte (Fepolnorte) Elias Rodrigues, do advogado do sindicato Dr Davi Silva e também contou com a colaboração de diversos servidores.

O objetivo da “Operação Cumpra-se a Lei”, consiste em os policiais irão fazer apenas o que de fato determina a legislação, como não proceder a interrogatório de presos, tomadas de depoimentos, dentre outros atos que devem ser praticados apenas com a presença do delegado; transporte de presos em viaturas sem condições de trafegabilidade e segurança entre outras demandas incompatíveis com a função.

Além disso foram verificadas as condições do local em que os servidores desenvolvem seus trabalhos. Nos próximos dias o SINPOL colocará em prática o serviço “Plantão SINPOL – combate ao assédio moral”, telefone que ficará 24h à disposição dos sindicalizados para denúncia de assédio moral no local de trabalho.

José Maria

Assessor de imprensa do SINPOL AP