COVID-19 INFORMATIVO

Cumpre-me vos informar que fui infectada pelo Covid-19, fato descoberto ontem(26) através de tomografia computadorizada, onde consta pneumonia bi-lateral com comprometimento de 25% dos meus pulmões. Exame feito na rede particular, pago por meus filhos. Se fosse esperar pela rede pública esta seria uma nota de pesar que seria publicada pelo vice-presidente.
Quero também lhes informar da minha profunda dor por ter que publicar quase que diariamente
a perda de tantos irmãos de armas ou seus familiares.
Infelizmente, num Estado onde a saúde pública desde sempre esteve na UTI, agora agoniza, cobrindo o Amapá de tristeza com as lágrimas de parentes que sequer podem dar o último adeus com dignidade ao seu ente querido, cuja maioria parte por descaso de um governo que não se preparou, portanto, não oferece as mínimas condições de assistir pacientes de Covid-19.

O Amapá está de luto!

Quem deveria nos dar todo o amparo por estarmos nessa guerra covarde lutando contra um inimigo invisível e poderoso, reforça a capacidade destrutiva do vírus através de medidas ditatoriais, propaganda apocalíptica, pelo terrorismo psicólogo e pânico massificados diuturnamente na mídia sensacionalista que mostra o número de mortes, mas não a causa maior, adoecendo a alma do povo, encurralando-o de encontro ao pavor.
Na nossa impotência diante da covardia e total falta de responsabilidade com a saúde pública e respeito com o cidadão, nos tornamos os alvos fáceis, as presas indefesas diante do sistema predador há muito apodrecido, mas que ainda se mantém graças ao engodo praticado junto aos eleitores incautos em cada eleição.
O cientista francês Didier Raoul e a também cientista e médica brasileira Dra. Nise Yamaguchi, são unânimes em afirmar que o vírus vai seguir seu ciclo de contaminação até que todos possam produzir anticorpos que o enfraqueça. Portanto, quase todo mundo será infectado, pois o vírus não respeita decretos, isolamentos ou lockdown.
Se nossos governantes ao invés de carnaval tivessem investido em hospital, as nuvens negras do caos não teriam se abatido sobre nosso Estado.
Somente nós com orações, buscando e exigindo tratamento precoce, adotando os cuidados recomendados pelas autoridades sanitárias como a higiene, uso de máscaras e distanciamento social para diminuição da carga viral, entre outras medidas de proteção, poderemos vencer esse monstro.
Portanto, você Policial Cívil, não aceite que brinquem com sua vida!

Quem dá a missão, dá a condição. Não aceite trabalhar sem condições de segurança, sem EPI’s fornecidos pelo Estado.

Você é um cidadão e se não exigir seus direitos, ninguém vai lhes dar de presente.
Medo de represália? De repressão?
Conte com o seu sindicato na defesa dos seus direitos.
Lembre-se: sua vida é o seu maior patrimônio.

Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo à sombra do Senhor Onipotente descansará

Avante! Força e Honra.

Macapá, 27 de maio de 2020

Narcisa Ardasse Monteiro
Presidente do SINPOL/AP