NOTA DE REPÚDIO POR ASSÉDIO MORAL

O SINPOL/AP repudia veementemente as atitudes arbitrárias, ilegais e imorais do delegado Ítalo Bruno pelo assédio moral praticado contra a Escrivã de Polícia Quézia Freitas, fato ocorrido na cidade de Iaçu – BA.

Talvez desconheça o citado delegado, que os demais policiais da carreira Policial Civil não são seus serviçais, são servidores públicos concursados, portanto, não estão sujeitos aos caprichos, vaidades, incapacidades e amadorismo de quem deveria, mas demonstra desconhecer a profissão para a qual também prestou concurso público.
Atos acintosos como os praticados pelo senhor Ítalo Bruno devem ser definitivamente banidos do seio da Polícia Civil.

Nós do SINPOL/AP esperamos que a justiça seja feita e que delegado de polícia Ítalo Bruno responda nos rigores da lei pelo crime que cometeu.

Macapá, 28 de setembro de 2020.

Narcisa Ardasse Monteiro
Presidente do SINPOL/AP